Etiquetas

Cada consagrada e cada consagrado é chamado a contemplar e testemunhar a face de Deus como Aquele que entende as nossas fraquezas, para derramar o bálsamo da proximidade sobre as feridas humanas, combatendo o cinismos da indiferença – AP

Cidade do Vaticano (RV) – A Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica anunciou a publicação da terceira Carta circular no Ano da Vida Consagrada: “Contemplate. Aos consagrados e às consagradas nas pegadas da Beleza”, editada pela Livraria Editora Vaticana (LEV).

A Carta é um convite a todos os consagrados para viverem a dimensão contemplativa nas tantas ocupações da vida cotidiana, para redescobrirem a vida de relação com Deus para olhar com os seus olhos para a humanidade e a criação. “A dimensão contemplativa torna-se indispensável, em meio aos compromissos mais urgentes e difíceis – sublinha o Papa Francisco em uma homilia proferida na Capela da Casa Santa Marta. E quanto mais a missão nos chama a seguir em direção às periferias existenciais, mais o nosso coração sente a necessidade interior de estar unido ao de Cristo, pleno de misericórdia e de amor”. (Papa Francesco, Meditazione mattutina na Capela da Domus Sanctae Marthae, 22 de maio de 2015).

Depois das Cartas anteriores “Alegrai-vos” e “Prescrutai”, a terceira Carta de reflexão sobre a Vida Consagrada inspira-se no Livro do Cântico dos Cânticos: “Dirigir o olhar para o profundo do nosso viver – lê-se na introdução – pedir a razão do nosso peregrinar em busca de Deus, interrogar a dimensão contemplativa dos nosso dias, para reconhecer o mistério da graça que nos fundamenta, nos apaixona, nos transfigura”.

No início do Ano Jubilar, o texto chama cada um à busca de Jesus, rosto da misericórdia do Pai, e traça um caminho a ser percorrido: “Cada consagrada e cada consagrado é chamado a contemplar e testemunhar a face de Deus como Aquele que entende as nossas fraquezas, para derramar o bálsamo da proximidade sobre as feridas humanas, combatendo o cinismos da indiferença”. (Contemplate, 59)

A Carta circular será apresentada na quarta-feira, 16, às 17 horas, na Pontifícia universidade Urbaniana. (JE)

Fonte: Radio Vaticano