Etiquetas

,

«Desposar-te-ei em fidelidade e tu conhecerás o Senhor» (Os 2,22)

«Ela [Rebeca] desceu à fonte e encheu o cântaro», diz-nos a Escritura (Gn 24,16). Todos os dias Rebeca vinha à fonte e tirava água. E, como todos os dias passava algum tempo junto do poço, o servo de Abraão pôde encontrá-la e dá-la em casamento a Isaac. Talvez penses que se trata de um conto ou de uma bela história posta na Escritura pelo Espírito Santo; mas não, trata-se verdadeiramente de um ensinamento espiritual, de uma instrução que se dirige à tua alma para a ensinar a vir todos os dias à fonte das Escrituras, às águas do Espírito Santo, tirar água sem se cansar para levar o seu cântaro bem cheio. Era assim que Santa Rebeca fazia; de outro modo não se teria casado com o grande patriarca Isaac. […]

Ora, tudo o que a Escritura contém é simbólico: também Cristo quer desposar-te. É a ti que Ele Se dirige através das promessas dos profetas, quando diz: «Desposar-te-ei para sempre; desposar-te-ei conforme a justiça e o direito, com amor e misericórdia. Desposar-te-ei em fidelidade e tu conhecerás o Senhor» (Os 2,21ss). Portanto, querendo ser teu noivo, Cristo envia-te um servo — a palavra inspirada. Não podes desposar Cristo sem a teres recebido. […] Só aqueles que sabem tirar água em abundância das profundezas do poço […], os que têm uma alma que tudo faz com paciência, que está inteiramente disponível, que se aplica em ir ao mais fundo para retirar a água do conhecimento, só esses podem conhecer o noivado com Cristo.

Fonte:Orígenes(c.185-253),presbítero,teólogo,Homilias sobre o Génesis,nº10, 2