Etiquetas

Falecimento de Fr Giacomo Bino

Faleceu hoje, em Roma, Frei Giacomo Bini, ex Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores de 1997 até 2003. Um grande amigo, um irmão menor que estará para sempre no coração de nossa fraternidade e de todo a a nossa Igreja.

Dados da vida de nosso irmão:

Nesta manhã, chegou a triste notícia da morte de Frei Giacomo Bini, que foi Ministro Geral da Ordem de 1997 a 2003. Tinha 75 anos de idade. Nascido em Ostra Vetere, na província de Ancona, na Itália, no dia 23 de agosto de 1938. Era filho de Amalio e Teresa Tanfani. Entrou na Ordem no dia 18 de setembro de 1956, na Província de São Giacomo della Marca, onde fez a Primeira Profissão no dia 19 de setembro de 1957, e a Profissão Solene em 7 de setembro de 1963. Foi ordenado presbítero no dia 14 de março de 1964. Foi mestre de noviços, definidor e vigário provincial.

Estudou por dois anos no Instituto Católico de Paris, e no ano de 1971, junto à Universidade de Estrasburgo, obteve o título de doutor em Ciências da Religião, com a tese: “Pecado e penitência em São Basílio de Cesareia”.

Em fevereiro de 1983, partiu para a missão ad gentes e se incardinou na Vice-Província de São Francisco da África e Madagascar, onde lhe foram confiados os serviços de definidor e vigário provincial. No sexênio precedente à sua eleição como Ministro Geral, foi Ministro Provincial em Nairóbi, no Quênia.

Em 14 de maio de 1997, no Capítulo Geral em Santa Maria dos Anjos, em Assis, Frei Giacomo foi eleito Ministro Geral, tendo como Vigário Geral Frei Estêvão Ottenbreit, que, ao saber do falecimento de Frei Giacomo, comentou que perdeu um grande confrade e amigo.

O generalato de Frei Giacomo foi, sem dúvida, marcado pela simplicidade de sua própria pessoa. Muito fraterno, compartilhava com os confrades decisões e responsabilidades. Insistia sempre no retorno à intuição evangélica franciscana, e propunha como um dos caminhos para isso a leitura pessoal diária da Palavra de Deus, e, em fraternidade, uma vez por semana, dando ele mesmo testemunho pessoal disso. Queria uma Ordem mais missionária e evangelizadora. Despojado, carregava nas viagens apenas bagagem de mão. Em São Paulo, em uma de suas vindas à Província, lembro-me de ele perguntar-me onde poderia lavar a própria roupa.

Em 2007 foi nomeado guardião da Fraternidade Internacional de Palestrina, dependente do Ministro Geral, surgida como concretização do Seminário de 2006 sobre “Novas Formas de Evangelização na Europa”. Atualmente era presidente da Fundação “Beato Egídio”, que além de Palestrina engloba também Istambul.

O Senhor das misericórdias o acolha no seu abraço de luz e de paz.

Exéquias

1) No domingo, dia 11 de maio, às 18h30, na igreja catedral de Palestrina, Dom Domenico Sigalini presidirá a Missa de sufrágio por Frei Giacomo.

2) Na segunda-feira, 12 de maio, às 10h30, serão celebradas as Exéquias na Igreja das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, em Grottaferrata;

3) O corpo de Frei Giacomo será sepultado no cemitério de Marino, nas Marcas, junto ao túmulo de seus pais.

R.I.P.

Fonte: Site da OFM, Site da Imaculada São Paulo!

Paz e Bem !